Não importa a forma como muita gente me julga, pensa ou critica. Apenas assumo a minha verdade de acordo com os valores e princípios que, aprendi na infância, pela minha mãe, parentes e vizinhos. Sem esquecer a minha religião (Católica) e da fé em Deus e no seguimento na doutrina de Jesus Cristo. Sou ciente que desde sempre enfrento preconceitos de ser diferente de muitas pessoas. Mas mesmo assim sigo com a minha forma de ser.Com orgulho e determinação, mesmo pagando o preço de ser diferente, estou convencido que passo credibilidade, obtenho respeito e me realizo como filho de Deus e habitante neste mundo. Podes traduzir este blogue em vários idiomas. Clica na bandeira do País desejado……
...

terça-feira, 18 de agosto de 2015

Testamento vital...


EU...
 Se um dia tiver que fazer escolha ""viver ""sem ter a minha dependência própria. Vai ser muito difícil para mim, já que sou muito independente. Primeiro tento fazer tudo sozinho, ""experimentar o desconhecido "" foi, aliás é uma atitude aliciante na minha vida. Raramente pede ajuda antes de provar primeiro se consigo fazer sozinho. Para mais a maior parte dos anos de trabalho, foram trabalhados a ser só eu organizar e a fazer. Eu sei que na sociedade corrente é uma boa atitude para a autoestima, mas em termos humanos, aos olhos de Deus, é atitude egoísta, individualista. Mas, nasci assim, aliás herdei isto dos meus ""antepassados "".
 E contra isso, pouco ou nada há a fazer. É a nossa personalidade, meu caráter! Mudar é perigoso, já que não se vive, como se gostas, apenas se passa a ""existe "".
 Concluindo:
 Para este tipo de pessoas, não serem mais tarde obrigadas a fazerem atitudes que jamais as faziam no seu estado normal, existe já aprovado no nosso Pais, o ""Testamento Vital. "" Com ele pode-se fazer valer os nossos direitos como seres humano. Ou seja: Como se quer acabar num estado anormal (Velhice, acidente ou doença inesperada, mental.) Ainda mais... Se as condições econômicas forem boas poderemos escolher quem cuida de nós. Pessoas, Associações, Lares...Com o ""Testamento Vital ""em parte mandemos nós e não outros... Filhos, Noras ou Genros. O bem dele é que é feito de cinco em cinco anos. Pode-se sempre mudar algo a qualquer momento.
 Para mais esclarecimentos: Clica em:
http://www.portaldasaude.pt/…/informacoes…/testamento+vital/
Recorda que a maior parte dos filhos não vão cuidar nem talvez organizar para nós (pais), quando não tivermos autonomia própria. Convém sermos nós a pensar como vai ser a nossa vida numa situação comprometedora... Velhice.
 ! Da minha experiência de 24 anos em contato com pessoas na idade da velhice, ou com problemas mentais, estas que se organizaram antecipadamente ajuda para elas próprias, se encontraram bem ou se encontram, na nossa instituição. Agora todas estas que foram, mandadas (obrigadas), pelos familiares, amigos ou os seus Doutores de família, jamais se acomodaram de uma forma positiva para as suas fraquezas. Acabando os seus últimos anos (Dias) de vida tristes e frustradas.
 Terminar deixo esta frase:
""Com organização e tempo, acha-se o segredo de fazer tudo e bem feito.""A organização é desde sempre a melhor das formas para se viver bem...Viver em qualquer situação da nossa vida, não custa; Custa é saber vivê-la...  E ela... Situação (crise)...não oferece promessas nem muito menos garantias; mas sim possibilidades e oportunidades...

(tema elaborado para a edição de Setembro 2015http://www.jornalculturaexpressaoportuguesa.com/

Mudanças no tempo...



Hoje lidar com os membros da família, transmitir valores e boas virtudes, não é fácil. Mas eu penso que nunca o foi. Eu não culpo o tempo, mas sim como se vive. Aliás certos modos de vida, das pessoas. O tempo contínua igual, 24 horas diárias, horas para trabalhar, comer, dormir. Concordo que o tempo muda. É tanto que existes dias que à partida eram para nascerem de céu limpo e nascem cheios de nuvens. Mas não por serem assim, que esses mesmos dias mudam de nome ou de número de mês! Então porquê culpamos os tempos de certos males que aparecem na nossa vida. Sabes que mais! """Mesmo que por vezes para impores, transmitires valores e virtudes, que foram caminho a seguir dos nossos antepassados queridos, sejas apontado como antiquado. Não te importes, ""que eu também não"". Importante é que esteja a viver e ensinando pelo amor baseado na humidade, fraternidade, sereno e acolhedor, longe da ganância, egoísmo e da vaidade.  E podes crer que o resultado virá. Do bem só pode vir bem. Já agora: É normal filhos criarem certos problemas ao terem que respeitar e aceitar valores e virtudes. Anormal é nós (Pais) tornarmo-nos medrosos perante eles. Andarmos mandados por eles. Escravos deles. Ai...sim. ""Grande mudança de Tempos... Estou convencido que atualmente, não são os filhos que têm culpa de certas atitudes. Mas sim nós os pais, já que estamos a perder autoridade perante eles. Queremos que eles sejam felizes, mas não lhes ensinamos a parte principal para atingir a felicidade. Maturidade.! Sabes como a maior de parte nós educamos:  ""Em vez de o rio desaguar no mar; é o mar que vêm ao encontro da nascente do rio. "" São tantos os filhos que em vez de estudar trabalhassem... Como seria bom. Tanto para eles como para os seus Pais.  Por outro lado estudar e trabalhar nas férias é uma das atitudes para se adquire maturidade. São muitas as pessoas que ocupam altos encargos que tiveram esta maturidade. Outras não sabem que fazer da vida, porque a mesada e o carro dos pais com depósito cheio de combustível, estavam sempre a sua disposição. Mudança só tem sentido se assentar em verdadeiros sentimentos e belas virtudes. O resto é tudo poeira, que mais tarde nos cega...



 (Tema elaborado para o jornal. www.cldz.ch Edição Setembro 2015 .

quinta-feira, 13 de agosto de 2015

Cumplicidade ...







Cumplicidade torna-se a segunda necessidade entre duas pessoas que se querem muito.








domingo, 17 de maio de 2015

Vejam só...Querem.


 
Que eu acredito num Mundo criado pela natureza; Querem que eu acredite num amor fácil e pouco dourador; Querem que eu acredite que seguir carreira é melhor de que formar uma família; Querem que eu acredite que casar pela igreja, não é necessário para o bem-estar dos esposos. Querem que eu acredite que os filhos para serem bons para nós, é dar-lhe a liberdade de poderem fazer certas atitudes que outrora eram nem pensadas; Querem que eu acredite que amar uma pessoa, não passa por suportar sofrimento, perdoar, esquecer e dar novas oportunidades; Querem que eu acredite que o namoro acaba quando chega o casamento; Querem que eu acredite que ter felicidade é ter muitos bens materiais; Querem que eu acredite que existe a segunda oportunidade, sem trabalho e mudança; Querem que eu acredite que o amor ao próximo é apenas doar parte que não nos faz falta; Querem que eu acredite que ser antiquado, conservador, é não vencer na vida, perder amizades e relacionamentos; Querem que eu acredite que com a morte tudo acaba; Querem que eu acredite que em relacionamentos, não existe obrigações, deveres e responsabilidades.
 Mas sabes que mais:
Eu acredito, em Deus e na sua palavra, acredito na força interior e no amor, acredito que existem pessoas boas, mas também existem pessoas más, com coração cheio de raiva, inveja e maldade. Eu acredito que o bem sempre vence o mal. Acredito que tudo o que nos aparece na vida, tem uma razão de ser. Acredito que a morte é tão necessário como o pão que nos alimenta nesta vida, que casal só vence os obstáculos desta vida com a presença de Deus, que no seu lar filhos necessitam de regras e limites. Acredito nos sentimentos e valores do ""antigamente "".
Acredito que não existe casamentos ou amores fracassados, existe sim é esposos e pares que brincaram com ele.
Acredito que a vida é apenas uma passagem para uma outra margem, que chegar a velho é uma bênção de Deus. Acredito que uma consciência limpa tranquila é resultado do teu viver.
 Acredito...aliás tenho a certeza que não existe pessoas, amores, filhos complicados, difíceis; existe é pessoas que não sabem compreender, escutar e ensinar...
Até que...
"""A primeira ideia que uma pessoa precisa ter é a da diferença entre o bem e mal. E a principal função do de todos nós é cuidar para que essa pessoa ao nosso lado não confunda o bem com a passividade e o mal com a atividade."""

 PS.Tema elaborado para.... www.jornalculturaexpressaoportuguesa.com Mês Junho 2015

 

sábado, 11 de abril de 2015

Alguém especial ao nosso lado ...


Ter alguém que nos dê o melhor colo e o melhor conforto quando o mundo estiver contra nós ,  alguém que nos dê a mão e nos faça acreditar que nada será impossível ao seu lado e que estará junto de nós para sempre.  È uma benção de Deus e uma das maiores riquezas desta vida .

Então quando esse alguém tem um belo sorriso ... tudo é magia .

domingo, 8 de fevereiro de 2015

Esconder a idade ...



Não sei porquê ? Mas ...
! Já tenho 12 anos .
! 18 anos .
! Faço 20 belos anos ....

! Já são 25 anos .
! Estou já com 30 anos
! Faço anos ... ( esconde-se os 35)
! Hoje faço anos ...( fica os 40 caladinhos )
! Dia do meu aniversário .
( festa para familiares e amigos ) só eles vão saber que já são 50 anos .
! Daqui para cima , quantos são ? ...assunto encerrado . Nada me diz o meu aniversário ! Nada muda ! Importante é ter saúde ! Muito se ouve estas expressões após o 50 anos .
Vou fazer 65 anos .
Depois sim ... A simplicidade, o gosto de fazer anos volta em espécie de criança inocente .
""" já tenho , vou fazer .
Se sabes porquê?
Porque na verdade cada ano que se acumula na nossa vida . É sinal de que se vive .
Será bom dizer : Para o ano ...Para o mês ...Para a semana ...Amanhã ...Hoje faço ....??? anos .
Não gosto da palavra aniversário . Porque quando alguém a diz . A idade fica escondida !
É tão gratificante ouvir , sentir de alguém . Hoje faço 40...50, 58, 62 ...
Aqui nesta terra ( Suíça ) perguntar a idade a uma pessoa passa por ofender . Meu Deus ...
Já agora eu vou fazer em Outubro próximo 52 anos . Apesar de eu não gostar de festejar anos , fico contente quando lá chegar e então aos 100 anos ainda vou ficar mais . Ai sim , estão todos convidados



 Tema para Marco 2015 do ...
http://www.jornalculturaexpressaoportuguesa.com
 

Ficar velho...Morrer aos poucos.



 

 Ficar velho, admitir ser velho, se torna difícil para muitas pessoas, mais ainda aceitar uma outra pessoa o pronunciar esta realidade da vida. ""Minha gente” “quer se queira, quer não. Não se fica velho de um momento para o outro, existe um percurso. Tal e qual como para se deixar de ser criança necessita-se uns tempos, a velhice começa uns tempos antes. Ficar velho é sinal que os anos passaram por nós. ""Sinal muito positivo "". Eu pessoalmente não concordo com o dizer: Ser velho, ficar velho, está só na forma de se pensar! Não nada disso. Está bem no marcado no nosso rosto. Olha-te ao espelho. Essa falta de energia, etc., etc. ... É a prova da idade a entrar na velhice. Agora concordo perfeitamente que morrer aos pouco é quanto nós deixamos de nos rir, de caminhar com a cabeça alevantada, quando a nossa higiene pessoal passa a ser esquecida , quando o abraçar , beijar , acariciar nada nos chama à atenção , quando deixamos a tristeza fazer o seu ninho na nossa cabeça , quando se deixa de caminhar pela natureza , quando nos isolamos dos outros . Ai sim, estamos a morrer aos poucos. Vivemos a respirar o oxigênio, mas mortos. Por muitos lados que tenho andado, tenho visto muitas pessoas mortas, em contrapartida tenho visto muita gente velha, mas viva e com um rosto alegre e sorridente.
 Curioso não é?
 Com tudo isto eu chego a uma conclusão: Não importa qual for a idade que se tenha, quais as condições físicas ou econômicas que se possam ter. A vida é para ser vivida, com honestidade, gratidão e amor. Inteligente é esta pessoa que sabe que a sua vida tem estações, que se deve preparar para cada dessas estações. Quer de pensamentos, palavras hábitos e costumes. Porque na verdade ver certas pessoas descontroladas nas estações é ridículo. Exemplo: Pessoa com idade avançada e vestir como uma jovem, ou pessoa adulta ser uma autêntica criança, na forma como encara a vida! Claro que para muita gente, pensa assim. Que mal tem isso? Sim, existem outras atitudes mais impróprias. Como por exemplo: Fazer praia em Dezembro, ou visitar lugar de Culto com roupas adequadas para há praia.
Enfim,,,, Fico por aqui ! Entretanto que Deus me ajude a nunca deixar de confiar nele, mas também na minha velhice não perca a vontade de apreciar a coisa mais maravilhosa que ele criou, para os homens . (Mulheres) . Já que se eu a perder...Ai sim, estou Morto.

Tema para o www.cldz.ch mês de Marco 2015